Universidades de arquitetura referência

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), dos Estados Unidos, lidera pelo quarto ano consecutivo o ranking QS 2018 das melhores universidades do mundo para estudar arquitetura. As três principais instituições da lista deste ano são as mesmas de 2017. O 1-2-3 é composto pelo MIT, University College London e Universidade de Tecnologia de Delft, de acordo com o site topuniversities.com.

O grande salto para o Top Ten deu o Politecnico di Milano, que subiu cinco posições na lista, passando de 14º lugar em 2017 para a posição 9. Este ano Rankings QS das melhores universidades na arquitetura é composta por 200 instituições Eles representam 42 países.

Os Estados Unidos são o país com o maior número de universidades na lista, com um total de 39, enquanto 15 países são representados por uma única instituição de ensino superior.

Melhores universidades

O ranking de QS avalia a reputação acadêmica, a reputação de empregador e o impacto da pesquisa de cada centro educacional. No caso do MIT, manteve-se no topo da lista desde 2015. Este ano alcançou uma pontuação total de 98,5 em 100.

A única universidade mexicana listado entre os 200 que compõem a medição é a Universidade Nacional Autônoma do México, localizado na posição 49, que entra pela primeira vez o grupo do top 50, em que os rankings ainda tem Atribuir posição por posição.

Dessas 50, as universidades são classificadas no grupo 51-100, no qual a UNAM permaneceu desde 2015. No ano passado foram colocados pouco mais de 30 lugares acima da 50ª posição.

Hoje, quarta-feira, 8 de março, a Quacquarelli Symonds (QS) apresentou a edição 2017 de seu tradicional ranking das melhores universidades do mundo. No campo da arquitetura, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) dos Estados Unidos volta a liderar a lista pelo terceiro ano consecutivo.

Entenda mais sobre o curso

Há alguns dias, publicamos o ranking elaborado pelo QS com a lista das 100 melhores universidades e escolas de arquitetura do mundo, liderada novamente pelo MIT dos Estados Unidos. Nesta ocasião, nos aprofundamos na lista e vamos conhecer as 8 universidades da América Latina e Espanha que foram destacadas pela instituição internacional lista de espera PROUNI 2019.

No ranking mundial de Arquitetura, o QS só publica o ranking exato das 50 universidades mais destacadas. Embora o resto dos selecionados sejam reunidos em grupos de cinquenta instituições (51 ° -100 °, 101 ° -150 °, etc.), atribui-lhes uma posição que é respeitada na classificação atual.

Veja como se formar em Arquitetura

Os arquitetos marcados (*) se formaram na Escola Nacional de Belas Artes, que em 1931 foi integrada à Universidade do Rio de Janeiro. Em 1965 tornou-se a Escola de Belas Artes, ingressando na atual Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Depois da crise, muitas profissões ligadas à economia tornaram-se moda. São empregos que, em muitos casos, exigem uma carreira apropriada. Mas, além disso, o lugar onde é estudado também influencia, já que a empregabilidade muda de acordo com a universidade a que vai.


Qual é o melhor lugar para estudar economia? O ranking ‘QS World University 2018’, que analisa as melhores universidades do mundo por assunto, estabelece que as universidades americanas de Harvard, MIT e Stanford são as melhores nesta seção. A nível europeu, a London School of Economics e as universidades de Oxford e Cambridge, as três britânicas, lideram a lista.

Quanto ao espanhol, o primeiro que aparece na classificação é a Universitat Pompeu Fabra de Barcelona, ​​localizada na posição 38, seguida por Carlos III de Madri (50º lugar) e o Autônomo de Barcelona.

Para estabelecer a classificação, o estudo, publicado nesta semana, leva em consideração quatro parâmetros: dois levantamentos globais, acadêmicos e empregadores; e duas outras avaliações sobre o impacto da pesquisa realizada pelos campi.

Avalie este post!